Vistoria elétrica do apartamento | Tudo que você precisa analisar antes de comprar o imóvel

Decorati / Publicado em 02/04/2020

Compartilhe:

Antes de comprar ou alugar um imóvel, é necessário que o futuro morador do apartamento avalie diversos fatores até a assinatura do contrato e a entrega das chaves. 

Além de estar dentro do seu orçamento e suprir as suas necessidades, seu novo lar precisa estar localizado em um lugar que seja bom para você e ter uma estrutura adequada para garantir sua segurança. 

Use o tempo de espera para avaliar se tudo está como deveria ser dentro do imóvel para evitar possíveis riscos no dia a dia. Um desses pontos de análise é a vistoria elétrica do apartamento, extremamente importante para a sua segurança e de todos ao seu redor.

Fazer um checklist de vistoria elétrica no apartamento também vai ajudar o seu bolso. Essa prática evita que você tenha gastos mais altos no futuro porque deixou essa etapa passar em branco. 

Como a vistoria elétrica é um processo que pode causar muitas dúvidas, fizemos esse texto com várias dicas para identificar as falhas na instalação. Vamos lá?

As melhores dicas para fazer a vistoria elétrica do apartamento

vistoria elétrica do apartamento

Atenção e cuidado 

O ideal é fazer a vistoria elétrica no apartamento com tempo de sobra. Assim, você dará atenção para todos os detalhes. 

Não deixe de questionar tudo que você achar que não está certo. Pode ser que você encontre falhas aparentes, como fios expostos, tomadas instaladas de forma errada, disjuntores antigos, gambiarras, entre outros erros, mas a grande parte dos problemas não estão visíveis para quem não entende de vistoria elétrica no apartamento. 

Se você não tem experiência no assunto ou não se sente seguro de fazer essa tarefa sozinho, não deixe de contratar um profissional de confiança para realizar a vistoria elétrica no apartamento, principalmente se ele for antigo.

Analise vistorias antigas 

Dependendo dos aparelhos e eletrodomésticos que você usa no seu dia a dia, um apartamento mais antigo não irá aguentar a carga de energia de novas tecnologias. 

A dica de ouro é avaliar a instalação elétrica de cinco em cinco anos. Essa inspeção irá servir como uma manutenção preventiva.

Também é importante saber o quais reformas foram feitas no imóvel e as mudanças na parte elétrica. Dependendo de como esses ajustes foram feitos, isso pode colocar em risco a segurança do imóvel e gerar um gasto a mais para você. 

Repare bem nas tomadas

Por serem responsáveis por conectar os aparelhos que usamos diariamente a energia elétrica, as tomadas merecem uma atenção especial na vistoria elétrica do apartamento. 

Analise se as tomadas têm um padrão, se estão instaladas e encaixadas de maneira adequada e se são compatíveis com a voltagem dos aparelhos que você irá utilizar naquele ambiente. 

Dependendo da sua necessidade para aquele cômodo, pode ser que você precise de mais tomadas ou que elas estejam em um local que não seja funcional.

A grande maioria dos cômodos precisa de tomadas a cada oito metros, mas alguns ambientes demandam uma distância menor, como o home office, por exemplo. 

A quantidade certa de tomadas é importante pois assim você evita um curto circuito, sobrecargas e futuras reformas. 

Avalie a qualidade dos fios 

O estado que os fios estão diz muito sobre a segurança elétrica do imóvel. Se eles estiverem expostos, mal conservados, desencapados, amassados ou corroídos, fique atento.  

Caso encontre algum dos itens acima, não deixe de entrar em contato com o responsável pela compra ou aluguel do apartamento.

Depois de ter suas dúvidas solucionadas, pense bem se o investimento vale a pena. Também avalie se é possível dividir ou negociar os reparos elétricos com o proprietário, imobiliária ou construtora. 

Priorize a segurança 

A vistoria elétrica do apartamento também deve ser feita nas áreas comuns do prédio e condomínio.

Procure por extintores de incêndio instalados nos locais corretos e saídas e luminárias de emergência sinalizadas de forma adequada.

Pense no layout do apartamento 

Visitar apartamentos para comprar ou alugar é um momento importante na vida das pessoas e gera bastante animação. Por isso, é normal já imaginar como será o layout dos móveis e a decoração de cada espaço. Sendo assim, fica mais fácil avaliar se o local que as tomadas estão instaladas irá suprir as suas necessidades. 

Também pense se os eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos irão ficar muito perto uns dos outros, causando uma possível sobrecarga de energia e superaquecimento, além da possibilidade de acidentes dos moradores ou visitas, como tropeções nos fios e cabos. 

Para evitar esses tipos de risco, planeje bem os espaços de passagem e garanta a segurança elétrica do seu apartamento. 

Os materiais também são importantes

É importante conhecer os materiais que foram utilizados na construção e reforma do apartamento, independente dele ser alugado, comprado e do número de moradores que ele teve antes de você. 

A qualidade dos materiais usados na instalação elétrica é essencial, já que eles têm papel fundamental na segurança do imóvel. 

Veja quais marcas foram utilizadas e pesquise a qualidade delas. É mais fácil descobrir a marca dos materiais que ficam expostos, mas não esqueça de perguntar sobre os que você não conhece também.

O disjuntor é uma peça que merece uma atenção especial. A peça é responsável por proteger a instalação elétrica, os seus aparelhos e eletrodomésticos. Por envolver uma parte mais técnica do sistema elétrico, é aconselhável pedir a ajuda de um profissional para avaliar a qualidade do material. 

O quadro de força ou distribuição também precisa ser analisado. Veja se o material dessa peça é de algum material inflamável para não causar um acidente no apartamento. 

Conheça os direitos e deveres do morador

Nada é pior do que você comprar ou alugar um imóvel e perceber que ele precisa de diversos reparos que você e seu bolso não estavam esperando. Por isso, a vistoria elétrica do apartamento é muito importante, além de conhecer seus direitos e deveres como morador. 

Independente de você fechar seu imóvel com o proprietário, imobiliária ou construtora, tire todas as suas dúvidas e avalie muito bem o contrato antes de assiná-lo. 

Além da sua vistoria elétrica no apartamento, a imobiliária também fará esse mesmo processo e a situação do apartamento deve estar especificada no contrato. 

Logo, se depois da mudança você perceber falhas que não constavam no documento, fotografe e envie para a imobiliária ou proprietário para que o problema seja resolvido. Caso você precise arcar com os custos, você precisará ser reembolsado, principalmente no caso de apartamentos alugados. 

Procure profissionais de confiança para te ajudar 

Assim que você assinar o contrato, a manutenção do apartamento passa a ser sua responsabilidade. Nesses casos, é de extrema importância contar com profissionais e empresas que você confie. Dessa forma, você garante um bom resultado e a segurança para todos os moradores do imóvel.

Agora que você já sabe tudo sobre vistoria elétrica do apartamento, é hora de avaliar qual imóvel vai tornar seu sonho realidade! Para mais dicas sobre reformas, decoração e arquitetura, não deixe de conferir o Blog e Instagram da Decorati!

Confira também na Decorati