Tudo sobre papel de parede

Decorati / Publicado em 19/10/2019

Compartilhe:

O papel de parede é um revestimento perfeito para quem gosta de mudar o visual do apê, mas não quer fazer a sujeira que uma mudança na pintura pode causar. 

Além disso, a variedade de cores, texturas e estampas atrai todo tipo de público, independente do estilo de decoração adotado no apartamento. 

Para você saber tudo sobre papel de parede, fizemos esse texto com as informações mais importantes sobre esse tipo de revestimento.

Quais tipos de papel de parede existem?

Vinílico

A camada de vinil que reveste o material deixa sua aparência mais plástica. A limpeza desse papel de parede é bem simples. É só passar detergente neutro com uma esponja ou escovinha.

Existem diversos fabricantes que produzem esse material nas mais diversas cores e estampas. Por isso, é normal que o preço varie bastante, mas você vai conseguir encontrar modelos a partir de R$300 o rolo. 

Emborrachados

Assim como o vinílico, o papel de parede emborrachado também tem um revestimento, o EVA, que dá essa aparência ao material. 

A limpeza também deve ser feita da mesma forma que a primeira opção, assim como o preço do rolo. 

Vinilizados

Diferente dos outros, esse papel de parede não tem revestimento, deixando seu acabamento liso e realmente igual a uma folha de papel. 

Por conta disso, essa opção pode durar um pouco menos: de cinco a sete anos, enquanto as outras, se bem cuidadas, podem durar mais de 10 anos.

A limpeza deve ser feita com pano úmido e produtos neutros. O preço do rolo custa a partir de R$190.

TNT

A sigla TNT significa “tecido não tecido”. Isso quer dizer que ele remete a aparência de um tecido, só que de forma mais resistente. 

O material é importado da Alemanha e Inglaterra e pode ser removido e aplicado em outro local de sua preferência. 

A limpeza é feita com uma esponja e pano úmido. O preço médio dos rolos é R$650.

Veludo 

A textura do papel de parede realmente é parecida com a de veludo, trazendo um estilo mais requintado ao ambiente.

Por conta do material, a limpeza deve ser feita somente com aspirador de pó ou espanador. O preço do rolo custa a partir de R$1.600.

Palha natural 

Se você quer ousar na decoração, nada melhor do que usar o papel de parede de palha natural. Ele deixa o cômodo com um aspecto mais rústico, pois é feito com fibras naturais de folhas, cascas de árvore e tramas de bambu prensadas. 

Esse modelo é comercializado em medidas únicas, justamente por ser feito com materiais naturais. O preço inicial do rolo é R$800 e a limpeza pode ser feita com aspirador de pó ou espanador. 

Alto-relevo

Para conseguir a textura ondulada e fofa em alguns pontos do material, são injetadas algumas espumas. 

O preço médio do material é R$680 e a limpeza também precisa ser feita com aspirador de pó ou espanador. 

3D

O papel de 3D é incrível e perfeito para quem quer gastar menos e ter um acabamento bem legal na parede. O 3D faz com que as pedras ou outros itens presentes no material fiquem com a sensação de movimento, deixando o revestimento com aspecto mais real. 

O preço médio do rolo é R$600 e a limpeza feita com aspirador de pó ou espanador. 

Mica

O papel de parede possui pedras mica verdadeiras em seu acabamento. Na limpeza, todo cuidado é pouco. Passe apenas aspirador de pó ou espanador e jamais use líquidos. 

O valor aproximado do rolo é R$1500. 

Onde aplicar o papel de parede?

O papel de parede pode ser aplicado em qualquer área interna do apartamento, com exceção das molhadas, como o banheiro, por exemplo.

Alguns modelos de papel de parede são mais indicados para alguns ambientes. É o caso do papel vinílico, por exemplo, que é mais indicado para a cozinha. A gordura não fica impregnada no material e a limpeza pode ser feita com o pano úmido. 

Na sala de estar e corredores, onde há um maior tráfego de pessoas, é aconselhável não usar papéis de parede mais delicados e em cores claras, para que o revestimento dure mais tempo e com uma boa aparência. 

Como já dissemos, o uso de papel de parede não é indicado para o banheiro, mas se você quiser usar no lavabo não há restrições.

Como aplicar o papel de parede?

A parte mais legal de tudo é escolher qual é o seu modelo preferido, a cor e a textura. Feito isso, chegou a hora de aplicar, que pode dar um pouco de medo, mas vamos mostrar que não é tão difícil assim. 

Se você não tem experiência com o papel de parede e outras etapas dentro de uma reforma, nosso conselho é que você procure uma empresa especializada. Eles vão saber exatamente o que fazer, irão te dar uma garantia de que vai funcionar, sem contar que eles terão a cola correta para fazer o papel aderir à parede. 

Mas, se você gosta de fazer esse tipo de trabalho, não tem problema algum! Nós também temos dicas para você. 

Primeiro, você precisa decidir se vai querer um único papel de parede aplicado em toda extensão do ambiente, se vai querer mais de um ou se prefere ter paredes com papel e com pintura no mesmo cômodo. 

Outro passo importante é verificar se a parede não tem infiltrações, umidade ou trincas. Esses fatores podem fazer com que algumas manchas apareçam no papel de parede. 

Agora que você já combinou as estampas, cores e texturas com os demais itens do local, é necessário recortar os pedaços de papel de parede corretamente para não deixar as emendas feias e ter muito cuidado com a cola.

Se você optar por colocar papel em uma parede com azulejos, é necessário passar massa corrida. Em paredes fórmicas, lixar pode ser o suficiente. 

Como retirar o papel de parede?

Pode ser que você esteja lendo esse texto para renovar a decoração do seu apê. Por isso, também vamos te ensinar a remover o papel de parede.

Se você colocou o revestimento da maneira certa, já tem meio caminho andado. Caso não tenha feito isso, terá que usar água ou até mesmo um removedor de papel, mas não se preocupe. O material vai sair do mesmo jeito. 

Para retirar o papel de parede removível, é só puxar a ponta que estiver mais fácil. Se ele já estiver no seu apê há um tempo, vai ser bem fácil achar. Puxe sempre bem rente a parede para evitar rasgos e dificultar o trabalho. 

Já para os não removíveis, é necessário molhar o material com água morna e deixar o líquido agir por alguns minutos. Feito isso, retire o revestimento com uma espátula. 

Também existem os papéis laváveis. Para removê-los, raspe a parede com uma lixa grossa antes de passar a água morna. 

Gostou das nossas dicas? Para ficar por dentro do mundo da decoração, não deixe de acompanhar nosso Blog, Instagram e Facebook.

Confira também na Decorati