6 erros que você não pode cometer na escolha do seu forro

Decorati / Publicado em 05/09/2019

Compartilhe:

Os tetos com forro são realmente encantadores, não é? Mas, se eles não forem feitos da maneira correta, não vão ficar bonitos por muito tempo. 

Existem alguns erros comuns que acontecem na escolha de qualquer tipo de forro. Para evitar problemas desse tipo no seu apê, confira tudo que você não pode fazer nesse post!

1. Não planejar sua reforma

A primeira etapa da reforma é o planejamento. Nele, você avalia as necessidades que você tem para cada cômodo, quanto pretende gastar, a acústica do ambiente e os estilos de decoração que você mais gosta.

Com todas essas informações em mãos, você conseguirá definir qual é o melhor tipo de forro para cada cômodo.

2. Esquecer do projeto 

Uma das principais funções do projeto arquitetônico é organizar todas as etapas da obra. Assim, você não tem imprevistos e nem erros no orçamento. 

No projeto também vai estar especificado quais forros foram escolhidos para cada ambiente, entre outras informações importantes para que não existam erros na sua reforma.

3. Não cuidar do material 

O material utilizado para o forro precisa estar estocado e armazenado da forma correta. Fazendo isso, além de evitar problemas futuros no seu apê, você também garante a segurança da equipe responsável pela sua obra. 

Obviamente, o cuidado já começa no momento em que o material é descarregado e transportado no caminhão. Por isso, é de extrema importância contratar empresas, produtos e profissionais que você confia. 

Ao chegar no seu apartamento, o material precisa ser armazenado em locais sem umidade para que não hajam acidentes nem corrosão das superfícies. 

Para te ajudar na sua organização, aqui vai uma dica de ouro: coloque os materiais em cima de paletes com plástico transparente em volta. Assim, fica mais fácil de você identificá-los quando precisar deles.

4. Usar forro de madeira em áreas úmidas

O forro de madeira é lindo e perfeito para dar um toque mais rústico aos ambientes. Mas, esse material não é resistente a umidade e também pode sofrer com o aparecimento de pragas, como o cupim, por exemplo. 

Para áreas úmidas, os forros mais indicados são os de PVC e gesso acartonado.

5. Colocar PVC em locais barulhentos 

Um dos principais benefícios de colocar forro no teto é o isolamento acústico que ele oferece ao ambiente. Porém, o forro de PVC não dá esse efeito. 

Se esse é o seu objetivo, utilize o forro de gesso acartonado perfurado ou o mineral.

6. Usar forro EPS em locais quentes

O forro EPS está ganhando adeptos principalmente devido a sua modernidade e preço mais em conta. Mas, tome cuidado em um ponto: sua aplicação não é indicada para locais com altas temperaturas. 

Esse material não é resistente ao fogo. Por isso, não aplique esse material em saídas de emergência ou cozinhas, por exemplo.

Caso você esteja pensando em colocar forro nos tetos desses ambientes, opte pelo forro de gesso acartonado com película de PVC. 

Seguindo as nossas dicas, com certeza você não vai cometer nenhum erro na hora de escolher o seu forro. 

Quer mais dicas como essas? Continue lendo o nosso Blog e nos acompanhe no Instagram e Facebook!

Confira também na Decorati