Cimento queimado: vantagens, desvantagens e dicas

Decorati / Publicado em 12/11/2019

Compartilhe:

O cimento queimado é uma tendência de decoração que salta os olhos dos apaixonados pelo estilo industrial. Além disso, é perfeito para quem quer ter um ar mais elegante no apê sem gastar muito com material. 

Quer aprender mais sobre esse tipo de revestimento? Continue lendo esse texto no Blog da Decorati!

O que é cimento queimado?

Para que você não tenha dúvidas futuras, vamos começar esse texto explicando o que é cimento queimado. 

Ele é um tipo de revestimento feito de água, cimento e areia. Em seu modelo mais comum, sua cor cinza é bem parecida com o concreto.

O cimento queimado pode ser aplicado em diversas superfícies, como pisos, paredes, tetos, bancadas, entre outras. 

Sua aplicação pode ser difícil para quem não tem experiência. Por isso, enfatizamos a importância de contratar uma mão de obra especializada para que você tenha certeza de que vai ter o resultado desejado. 

Mas, se você não quiser ter esse trabalho, não tem problema. O cimento queimado é tão querido que existem diversas opções de revestimento que imitam sua aparência, como tintas, porcelanatos, papéis de parede, etc. 

Onde usar o cimento queimado?

cimento queimado

Nesse texto, vamos mostrar duas formas de aplicação. Mas, existem diversas outras que você pode conversar com seu arquiteto e ver o que você quer pode ser feito no seu apê.

Pisos

Colocar cimento queimado no piso é unir o estilo industrial com o moderno. Se é desse tipo de decoração que você gosta, é importante saber algumas técnicas que vão trazer ainda mais esse estilo para dentro desse ambiente. 

Aproveite o cinza do cimento queimado e misture ele com outras cores claras. Alguns bons exemplos são o gelo, o cinza claro e os tons de branco. Aplique essas cores nas paredes e opte por móveis nessas tonalidades. 

Outra sugestão é usar os móveis com vidro ou acrílico. Além de fazer um ótimo contraste com o cimento queimado, eles também ajudam a deixar o ambiente com um toque mais contemporâneo. 

Teto 

Usar cimento queimado no teto é ter a certeza que o seu ambiente vai ficar com uma cara super industrial. 

Para causar ainda mais essa impressão, use itens de decoração que fazem parte desse estilo. Pode ser pendentes sem cúpula, deixar a fiação à mostra e espelhos de metal não embutidos na parede. 

Para evitar que o ambiente fique pesado, escolha móveis cleans, como sofás de couro e mobília com ângulos retos.

Onde não usar o cimento queimado?

Existem alguns locais onde não é aconselhável aplicar esse revestimento. Um bom exemplo é o piso do banheiro

O cimento queimado tem uma superfície lisa. Quando ele entra em contato com a água, fica bastante escorregadio. Por isso, é melhor evitar a aplicação em pisos de áreas úmidas, como o banheiro e até mesmo da cozinha

Além disso, ele é um revestimento poroso. Shampoo, condicionador e sabonetes podem danificar sua aparência natural com as indesejáveis manchas.

Para usar o cimento queimado em ambientes em que ele vai ter contato com água, é recomendado aplicar uma camada de resina acrílica à base de solvente e impermeabilizante. Já para limpeza, é só passar cera incolor. 

Outro fator importante que você deve se atentar é que o cimento queimado é um revestimento mais frio. Se você gosta de ambientes mais aconchegantes, aplique-o apenas em uma parede e evite os pisos. 

Você ainda pode brincar com a base cinza neutra e ousar nos itens decorativos coloridos, como quadros, tapetes, almofadas e cortinas. 

O cimento queimado também deve ser evitado no piso da varanda. Como essa área fica exposta ao sol e as mudanças climáticas, podem ocorrer rachaduras, fissuras, trincas e manchas com o passar do tempo. 

E aí, gostou das nossas dicas? Quer aprender mais sobre cimento queimado? Então, não deixe de assistir esse vídeo do Obra Café que fala tudo sobre esse revestimento!

Confira também na Decorati