5 cuidados que devemos tomar na hora de projetar a varanda

Decorati / Publicado em 17/11/2017

Compartilhe:

As varandas nos apartamentos geralmente são ambientes agradáveis, descontraídos e aconchegantes. Além de aumentarem o tamanho do imóvel, são construções baratas e agradam a todos os gostos. Porém, há cuidados que devem ser tomados para projetar a varanda, garantindo que não existam problemas futuramente.

Abaixo listamos 5 questões que são prioridades e merecem atenção na hora de pensar na sua varanda!

1. Envidraçamento

Que os vidros dão uma aparência mais sofisticada à varanda, não é novidade para ninguém! Mas, esse não é o único motivo pela qual os proprietários envidraçam suas janelas. Eles são utilizados também para evitar a poluição, sujeira, barulho e até mesmo aumentar o espaço da sacada.

Entretanto, colocar vidro na sacada do apartamento não é uma tarefa tão simples. Em primeiro lugar, é necessário verificar se a estrutura predial comporta esse tipo de alteração, além de analisar se há uma padronização do condomínio para o fechamento das varandas.

2. Tipo de material utilizado

OG VHS octopus brick looneychron bricks GIF

São diversos os materiais utilizados para fazer o fechamento da varanda, como madeira, vidro e até mesmo tijolos. É importante que o morador não fique focado somente nas questões estéticas ao fazer sua escolha, mas que ele leve em consideração também detalhes importantes, como o tipo de acabamento da sacada, qual peso ela pode suportar e o nível de segurança do produto escolhido, por exemplo.

O vidro é o material mais usado para fechamento de sacadas. Como existem vários tipos de vidro, nossa dica é que você busque ajuda com um profissional capacitado para projetar a varanda. Elle fará cálculos levando em conta a posição do prédio, quantidade de andares, região do país, garantindo assim, a segurança do projeto.

Os tipos de vidros mais indicados para um apartamento com varanda são o temperado e o laminado, os chamados “vidros de segurança”.

3. Agentes externos

rain april GIF

Como compõem a área externa do prédio, as varandas ficam expostas a ação de diversos fenômenos que acabam agredindo a sua estrutura e reduzindo a vida útil dessas construções. Entre os problemas mais comuns estão a corrosão das ferragens, infiltrações e desgaste da estrutura.

Mas então, o que fazer para preservar as varandas? A resposta é mais simples do que você imagina: manutenção preventiva. Vistorias periódicas de profissionais especializados, limites às transformações realizadas pelos moradores e análise constante da estrutura são algumas maneiras de evitar esses contratempos.

Não se esqueça de que a sacada possui uma estrutura projetada para receber uma sobrecarga com segurança. Por isso, qualquer mudança deve ser estudada antes de ser realizada, para que assim, os moradores possam utilizar o local sem riscos.

4. Ralos

ralo fechamento de varanda

O escorrimento da água é uma das questões mais cuidadosas nesse processo, justamente pelo risco que há para a sua reforma, caso não seja bem feito. Se for usado o piso vinílico, você não precisa manter o ralo. Porém, deve fazer o fechamento da varanda para evitar o contato com água.

Já o uso de porcelanato requer que a queda d’água seja feita com cuidado. Sem isso, a água, tanto de limpeza quanto de agentes externos, pode invadir os espaços e causar problemas com os móveis. Nesse caso, o uso de ralos invisíveis é uma saída para manter a estética e a funcionalidade.

5. Ar Condicionado

É um fator que deve ser pensado quando for projetar a varanda, pois possui especificações no caso desse ambiente. Se for realizar o fechamento, é necessário que seja planejado uma clausura que realize o impedimento da volta do ar quente e otimize a distribuição de ar no espaço de forma correta.

O que achou? Gostou? Nos dê a sua opinião. adoramos ouvir você!

Confira também na Decorati