Rejunte | Tipos, aplicação e tudo que você precisa saber sobre ele

Decorati / Publicado em 27/03/2020

Compartilhe:

No mercado de construção civil, existem diversos tipos de rejunte, o que dificulta muito a escolha de quem não tem muita experiência no assunto.

A qualidade desse material interfere muito no resultado final de paredes e pisos. Para não sofrer com esse tipo de problema, é necessário saber os tipos de rejunte e onde eles podem ser aplicados. 

Com esse texto, você vai conhecer todos os tipos de rejunte, suas aplicações e tirar todas as dúvidas antes de escolher o melhor material para o seu apartamento. Vamos lá?

Para que serve o rejunte?

rejunte

Sabe aquela camada de material cremoso que fica entre as peças de pisos e azulejos? Aquilo é o rejunte. 

Esses espaços são chamados de juntas de dilatação e tem a responsabilidade de evitar que as peças rachem, já que elas absorvem a dilatação causada pela variação de temperatura. Também é necessário seguir as recomendações do fabricante quanto o espaçamento entre uma peça e outra.

O mais fácil de ser encontrado é o rejunte branco, mas você pode achar outras cores disponíveis no mercado. 

O rejunte é aplicado depois de colocar o piso ou revestimento na parede, pois ele serve como um acabamento que dá vedação e proteção contra a umidade, além de impedir que as peças de soltem. 

Em quais tipos de piso e revestimento preciso colocar rejunte?

rejunte

Há dois tipos de piso e revestimento que pedem a aplicação de rejunte. Para não errar na aplicação, é importante conhecer as características desses materiais e escolher o melhor tipo de rejunte para cada um.

Cerâmica 

O revestimento cerâmico é conhecido por absorver água. Isso faz com que ele varie a sua resistência mecânica, de acordo com a sua classificação segmentada pelo Inmetro:

  • Porcelanato: Resistência mecânica alta e baixa absorção de água
  • Grês: Resistência mecânica alta e baixa absorção de água
  • Semigrês: Resistência mecânica média e média absorção de água
  • Semiporosos: Resistência mecânica baixa e alta absorção de água
  • Porosos: Resistência mecânica baixa e alta absorção de água 

Porcelanato 

O porcelanato varia de acabamento para acabamento:

  • Natural: Sem acabamento ou esmalte
  • Polido: Depois da queima da peça, ela recebe uma camada polida que dá a aparência de vidro no material, aumentando as chances de manchas e riscos
  • Esmaltado: Aqui, a camada de esmalte é aplicada antes da queima

Quais tipos de rejunte existem?

rejunte

Agora que você já sabe quais materiais têm a necessidade de rejunte na aplicação, é hora de descobrir os tipos de rejunte disponíveis no mercado. 

Rejunte de base cimentícia 

Esse tipo de rejunte é feito de cimento, areia fina e pigmentos que podem mudar a cor do material, dependendo da quantidade colocada. Outros elementos podem ser inseridos na composição, o que faz com que o rejunte de base cimentícia possa ser usado em determinados tipos de revestimento. 

Ele é o mais conhecido devido ao baixo custo e por sua grande variedade que correspondem a diferentes fins. Isso quer dizer que esse tipo de rejunte pode ser usado na aplicação de diversos pisos e revestimentos, independente de ser em uma área seca ou molhada. 

Para saber qual revestimento serve para cada caso, é preciso ler as especificações da embalagem. Conheça abaixo os principais tipos de rejunte de base cimentícia:

  • Rejunte colorido para cerâmicas e pedras
  • Rejunte colorido para cerâmica que imita madeira
  • Rejunte colorido para piscina
  • Rejunte colorido para porcelanato, móveis e granito
  • Rejunte especial para pastilhas metálicas
  • Rejunte de desempenho superior

Rejunte de base epóxi

Especialmente feitos para áreas molhadas, como piscina e banheiros, o rejunte de base epóxi impede que a água entre dentro do material e protege contra a ação de produtos químicos, como cloro e água sanitária. 

Isso acontece porque ele leva resina na composição. Esse tipo de rejunte também impede que a sujeira fique acumulada no material e permite uma limpeza mais simples devido a sua textura mais lisa. O biocida também está na composição do material, o que afasta algas, fungos e manchas indesejáveis. 

Porém, ele é mais difícil de misturar, aplicar e limpar em comparação com outros tipos de rejunte. Mesmo assim, ele deixa um belo acabamento e pode ser encontrado em diversas cores no mercado. Os dois tipos de rejunte de base epóxi são o bicomponente e o tricomponente. 

Rejunte de base resina acrílica 

O rejunte com base de resina acrílica nada mais é do que uma argamassa criada com cimento, areia, pigmentos para colorir, aditivos, polímeros, e claro, resina acrílica. 

O acabamento dele é incrível devido a sua textura mais lisa. Também é fácil de aplicar e a manutenção é bem simples.

Esse tipo de rejunte é perfeito para o acabamento de pisos frios, como porcelanato, cerâmica e pedras. 

Você pode encontrar o rejunte de base resina acrílica em dois tipos no mercado: o monocomponente e o bicomponente. 

Dicas para escolher o tipo de rejunte ideal para o seu apartamento 

rejunte

Mesmo que você conheça todos os tipos de rejunte que existem, com as nossas dicas você vai garantir o melhor acabamento e a melhor aplicação. Confira!

Escolha a cor certa

A primeira coisa que você precisa pensar antes de escolher a cor do seu rejunte é garantir a harmonia da sua decoração. Além disso, o objetivo estético também é importante. 

Você pode optar por uma aparência linear, escolha um rejunte da mesma cor do revestimento. Dessa forma, vai parecer que o material não está aí e você terá uma peça única visualmente. 

Mas, se você quer dar destaque ao rejunte, escolha uma cor que contraste e combine com o revestimento. Aí, vai da sua imaginação. Você pode escolher tons claros com variações de cinza ou ousar mais e usar cores complementares. 

Avalie o material 

Como já mencionamos acima, o material do piso ou revestimento é importante na hora de escolher o rejunte certo. 

Para porcelanato, cerâmica, pastilhas de vidro, porcelana ou pedras, use o rejunte cimentício ou acrílico. Para as pastilhas de metal, inox ou espelhadas, a melhor opção é o rejunte cimentício especial.

Considere o local para aplicação 

Garanta o acabamento perfeito e tenha certeza de que o rejunte que você irá aplicar esteja assentado há 72 horas no mínimo. Se a aplicação do material for feita antes desse período, você corre o risco de ter manchas no rejunte. 

Cada ambiente demanda um tipo de rejunte diferente. Essa informação está descrita na embalagem do produto, mas podemos te ajudar com a lista abaixo:

  • Salas e quartos: rejunte de base cimentícia
  • Banheiros, cozinhas, lavanderias: Rejunte com base resina acrílica 
  • Piscina: Rejunte de base cimentícia ou rejunte epóxi

Não esqueça do tamanho das juntas 

Assim como o ambiente em questão, o tamanho das juntas também influencia em qual é o rejunte ideal para o seu apartamento:

  • Base cimentícia: de 2mm a 10mm
  • Base acrílica: de 1mm a 5mm 
  • Base epóxi: de 2mm a 8mm para pisos e 2mm a 5mm para paredes

A localização do apartamento faz diferença 

Dependendo do local onde você mora, você terá problemas com umidade no apartamento. Isso acaba causando fungos no rejunte e as manchas começam a surgir no material. Se esse é o seu caso, escolha revestimentos impermeáveis. 

Outro fator importante é a areia que entra no apartamento das regiões litorâneas. Ela acaba acumulando no rejunte e também causa manchas no material. Para disfarçar essas pintinhas indesejáveis, compre um revestimento mais escuro, de preferência da cor da areia. Mantê-lo sempre limpo também vai fazer toda diferença. 

Funcionalidade no dia a dia 

O rejunte existe para fixar o revestimento do piso e da parede, e com isso, evitar que você tenha problemas com eles no futuro. Sendo assim, é um material que visa trazer facilidade no dia a dia. 

Pense nisso e na sua necessidade para aquele ambiente antes de escolher seu rejunte. Por exemplo, se o seu cômodo já é difícil de limpar por si , não escolha um material que dificulte ainda mais esse processo. 

O acabamento perfeito 

O tipo de acabamento que você deseja para o seu ambiente também está vinculado com o tipo de rejunte que você vai escolher. 

O rejunte de base cimentícia deixa um acabamento mais áspero, enquanto os outros tipos permitem um acabamento mais liso. 

Cuidados essenciais para um bom resultado 

Olhe sempre a embalagem do produto 

Tudo que você precisa saber sobre a aplicação, preparo e cuidados do seu rejunte está na embalagem do material.

Enquanto você estiver aplicando o produto, deixe a embalagem sempre por perto. Assim, caso você esqueça de algo, pode tirar sua dúvida facilmente. 

Cuidado com as áreas úmidas 

Você já sabe que o rejunte mais indicado para áreas úmidas é o cimentício, certo? Mas nem todos os rejuntes desse tipo servem para as áreas molhadas. 

Leia a embalagem com atenção antes de comprar e opte por aquela que irá atender melhor às suas necessidades. Às vezes, o barato sai caro. Por isso, deixe o preço de lado nessa hora e compre a melhor opção para o seu caso. 

Coloque a quantidade de água certa 

Os rejuntes cimentícios precisam de água para serem preparados antes da aplicação. Na embalagem, está a quantidade adequada indicada pelo fabricante. É importante não colocar nem a mais, nem a menos. Assim, você garante um acabamento final impecável. 

Poças em ambientes molhados 

Quando existe um ralo no ambiente, é importante verificar se está tudo certo com a caída de água. Caso exista um empoçamento, ele precisa ser consertado antes de prejudicar o acabamento do rejunte. 

Período de limpeza

Cada tipo de rejunte tem um período específico de limpeza. É importante se atentar a esse fator pois, caso ultrapasse o tempo estipulado, o rejunte pode endurecer no revestimento e complicar bastante a limpeza, além de prejudicar o acabamento. 

Cores diferentes 

Ao escolher uma cor de rejunte que contrasta com a cor do revestimento, você precisa ter muito cuidado na hora da aplicação. Caso aconteça algum acidente, seu revestimento pode ficar manchado. 

Esperamos ter te ajudado na escolha do seu rejunte para o apartamento. Se quiser saber mais sobre decoração e arquitetura, é só continuar acompanhando o Blog e Instagram da Decorati

Confira também na Decorati